terça-feira, 14 de outubro de 2008

Desafio!


Estou só...

Sequinho por de...
Preciso urgente...
Quem me ali...
Este duro co...
Sem dó nem pi...
Cheguem cá ami...
Aproximem-se de m...
Quero-vos aqui pe...
Bebam com vo...
O vinho da vai...
Podem acredi...
Tudo isto sem mal...
O ser pode não s...
Acreditem, podem cr...


Completem este poema!

5 comentários:

cassamia disse...

num completo nada. completei o outro e tu nao me disseste: uau!! que poetisa!!
ahahahah

vida fugaz disse...

Estou sózinho
Sequinho por dentro
Preciso urgentemente
Quem me alimente
Este duro coracao
Sem dó nem piedade
Cheguem cá amigos
Aproximem-se de mim
Quero-vos aqui perto
Bebam com vontade
O vinho da vaidade
Podem acreditar
Tudo isto sem maldade
O ser pode não ser
Acreditem, podem crer

Espero não ter errado muito..;)

Bernardo Moura disse...

Estou sólidário
Sequinho por detrás
Preciso urgente de gás
Quem me alivia
Este duro coiso
Sem dó nem piedade
Cheguem cá amigas
Aproximem-se de mim
Quero-vos aqui perto
Bebam com vontade
O vinho da vaioneta
Podem acreditar
Tudo isto sem malcriadice
O ser pode não sentir-se
Acreditem, podem crer

VUNITOOOOOOOOO

DASSE

Paula Raposo disse...

Os teus poemas por completar são mesmo o máximo!! Eh eh eh beijos.

Menina_marota disse...

Estou só e faminto
Sequinho por demais
Preciso urgentemente
Quem me alimente
Este duro corpanzil
Sem dó nem pitada de sal...
Cheguem cá amizades...
Aproximem-se de mesa
Quero-vos aqui perto
Bebam com vontade, mas cuidado...
O vinho da casa, vai fazer-vos mal
Podem acreditar em mim
Tudo isto sem maldade, porque não sou ruim
O ser pode não ser bom...
Acreditem, podem crer, eu sou mesmo assim...


Beijinho e ;))))))