sábado, 17 de maio de 2008

Recebi este mail agora e não resisti a pô-lo aqui!

Como muitos devem saber e até ter protestado, em 2007, Guillermo Vargas Habacuc, um suposto artista, colheu um cão abandonado de rua, atou-o a uma corda curtíssima na parede de uma galeria de arte e ali o deixou a morrer lentamente de fome e sede.

Durante vários dias, tanto o autor de semelhante crueldade, como os
visitantes da galeria de arte presenciaram impassíveis à agonia do
pobre animal.

Até que finalmente morreu de inanição, seguramente depois de ter
passado por um doloroso, absurdo e incompreensível calvário.

Parece-te forte?

Pois isso não é tudo: a prestigiosa Bienal Centroamericana de Arte
decidiu, incompreensivelmente, que a selvajaria que acabava de ser
cometida por tal sujeito era arte, e deste modo tão incompreensível
Guillermo Vargas Habacuc foi convidado a repetir a sua cruel acção na Bienal de 2008!

Se enforcassem este caralho de forma a morrer lentamente, EU IA ASSISTIR e até pagava para isso!!!


'Haverá sempre, em algum lugar, um cão abandonado, que me impedirá de ser feliz...' Jean Anouilh

6 comentários:

Bernardo Moura disse...

Eu soube na altura (2007) e já soube que querem repetir a mesma filha da putice. É revoltante. É.. sei lá, não há palavras para definir.

zeka disse...

Concordo com essa de enforcar o grande filho da puta, mas pra ser lentamente tinha de ser pelo pescoço de baixo...

De certeza que o cão que ele sacrificou era mais "pessoa" do que ele.

f@ disse...

INFELIZMENTE HÁ EM CADA ESQUINA UM DESTES "ARTISTAS"... ESTA SITUAÇÃO É MTO CONHECIDA...E SE NÃO FOSSE UM APROVEITAMENTO LUCRATIVO PARA TODOS OS ENVOLVIDOS PODERIA SER TRATADA DE FORMA SENSIVEL E RESULTAR, ATÉ, NUM CHAMADO DE ATENÇÃO PARA OS DIREITOS DOS ANIMAIS.... ASSSIM AMARRANDO A TRISTEZA A FOME E A UNICA DOENÇA O SER HUMANO SÓ PODE AMARRAR-SE TB E ENTERRAR-SE DE VERGONHA DA SUA MALDADE...
BASTA DIZER NÃO E IMPOR-SE QUE ISTO NÃO VOLTA A ACONTECER...

f@ disse...

Viste o que aconteceu à cadela que eu apanhei no sábado passado? é o mesmo... As Senhoras que andam ai pela rua, a contar as vezes que toca o sino da torre da Igreja... para verem se abriu a porta da loja do vendedor de sementes e venenos e remédios do caracol para juntarem na comida dos animais e assim lhe causarem danos irreversiveis nos orgãos internos que lhe provocam uma morte lenta e terrivelmente dolorosa... A cadela morreu no domingo à noite, com graves problemas a nivel pulmunar... durante esta semana as sras da terra andaram todas contentes com as prosições de Maio e velinhas mas janelas....... da próxima vez que fizerem tal coisa... a cão ou gato em vez de ir para a clinica eu vou levar o animal à Igreja na hora da missa .......... sim acabar com a hipocrisia...

f@ disse...

António emenda aí os erros PF que estou sem paciência... falta dos cigarros... beijinhos das nuvens

Paula Raposo disse...

Concordo contigo. Cambada de selvagens!!! Beijos.