sexta-feira, 15 de fevereiro de 2008

Assassino de palavras escritas diz...


A escrita ao poder

Ai se soubesse escrever
Mas carago...
Que estou aqui a fazer?

Sem tempo para mais nada
Nem tempo pra reflectir
Aqui têm meus meninos
Uma história que há-de vir

Caraças que isto vai mal
Comecei com a escrita
Já me ando a perder
Quem não gosta tem remédio
Vocês querem mesmo saber?
Ide-vos todos foder!

4 comentários:

f@ disse...

"lixados" com F andos nós e mal pagos...lolllllss
A escrever assim poesia cor de rosa ainda vais para ministro...
beijinhos

f@ disse...

Depois arranjas lá um lugar de tua secretária para mim!!! pensa nisso
que em 150000 nem se nota nada...

António Sabão disse...

Pois tá descansada! Espero que estejas sentada! eheheh

Bernardo Moura disse...

Vai tu!
:)